segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Liberdade




O que é liberdade?

É o estado d'alma de fluidez, soltura, leveza e alegria.

Conquistada por aqueles que se transformaram interiormente.

A liberdade pertence àquele que se conquistou.

Dependendo do nível em que cada um está neste caminho trasformador,

será desfrutada em maior ou em menor grau.

Indivíduos que alinharam o livre-arbítrio

à reflexão conquistaram a liberdade e a sabedoria.

O estado de liberdade proporciona

flexibilidade no pensar, no sentir e no agir.

Desfaz as crenças, valores velhos e mofados.

Este estado abri-se ao novo, aos rítmos da vida e suas transformações.

Neste estado já não se possui mais grilhões interiores.

É a vivência dos autênticos valores da alma.

Observa a vida com maestria.

Este estado produz uma atmosfera pacífica,

de bom ânimo e de partilha.

Ele traz segurança e quietude.

O equilíbrio está sempre presente.

O caminho do meio é o foco para distinguir o real do ilusório.

Os individuos livres libertam, se expressam e promovem a liberdade.

Este estado é um estado a ser conquistado a cada dia.

Quem é livre conhece o caminho para o Amor.

Só com liberdade interior

saberemos o que é realmente Amar.

Somos livres?

Rosa Barros

7 comentários:

  1. "Somos livres?" Talvez em nossa alma, em nosso espírito de luz, em nossas intuições. Liberdade, penso, é ter simplicidade nas coisas da vida, da sabedoria.
    E isto é mesmo uma conquista nada fácil.
    Beijos, Flor!

    ResponderExcluir
  2. É verdade Rita, nossa alma é livre! Quando o ser vivência os autênticos valores da alma, tais como: a sua luz interior, sua intuição, o bom senso, aí sim, acredito que seremos verdadeiramente livres. E talvez não seja tão dificil, talvez mais fácil do que imaginamos.
    Beijos Rita!! Gracias!!

    ResponderExcluir
  3. Na realidade o que acontece é um processo de evolução consciencial. Quanto mais ampliada a consciência de um indivíduo mais apto ele estará para entender os seus processos interiores e os processos da vida. O indivíduo estará apto a se desvencilhar de suas prisões e dores interiores, o que lhe trará liberdade. Ainda não vivenciamos essa liberdade,a liberdade consciencial, somente nuancias e sensações do que seria para nós liberdade. Quando aprendermos a estar em contato com nossa Alma, ai sim, seremos livres. Da liberdade interior se caminha para o amor, essa energia construtora da vida. Energia de Plenitude!!

    ResponderExcluir
  4. "Perdi-me dentro de mim
    porque eu era labirinto
    hoje, quando me sinto
    é com saudades de mim."

    (Mário de Sá-Carneiro)

    Logo, reflitamos...
    ...sobre a liberdade.

    (gostei do texto)

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso!
    Posso colocar no meu blog?
    Fui uma criança e adolescente impulsionada a aventuras e movimentos externos e minha sábia mãe dizia: "filha, a liberdade está dentro de vc!" Achava surreal...
    Mas com a maturidade, isso se torna tão claro e evidente, passamos a entender e vivenciar na prática o seu sabor.
    Seu texto simplesmente reavivou meus sentimentos a respeito e quase me fez voar! ;)

    ResponderExcluir
  6. Sempre estivemos livres. A solitude da alma é que nos dá esta certeza. Pena nem todos terem a sabedoria e a vontade de se olhar, de se entender, de se compreender, como ser humano, encarnado. As pessoas no geral, procuram liberdade, felicidade, amor, fraternidade, e tudo isso esta em nos, nao no outro, nao em algo, nao em lugar algum. Não há lugar melhor de se observar que o proprio ser humano, o interior da alma, o meu EU eterno, meu eu, que sou só eu, e EU não estou noutro lugar que nao dentro de mim.

    ResponderExcluir
  7. excelente texto...
    excelente blog...
    amei..

    ResponderExcluir